Azitromicina

Azitromicina

O Azitromicina é um antibiótico macrurídeo com uma variedade de ações, usado para tratar infeções bacterianas, incluindo a Bordetella pertussis (responsável pelo desenvolvimento de pertussis), sífilis, difteria, acne e infeções do trato gástrico.

O Azitromicina é um dos pouco antibióticos que são efetivos no combate a bactérias que não consistem em paredes celulares ou vivem no interior das células do hospedeiro. A azitromicina administrada é ligada a 50 ribossómica e desativa tRNA, impedindo assim o processo de replicação da bactéria e ajudando o sistema imunitário.

  • azitromicina é um antibiótico macrurídeo que combate doenças bacterianas
  • dois comprimidos de 500 mg são um tratamento eficiente contra infeções de clamídea e ureaplasma
  • no caso de inflamação da ureia e outras doenças – um tratamento efetivo dura apenas 5 dias, ao usar comprimidos de 250 mg
  • no caso de gonorreia uma única dose de 1000 de azitromicina é suficiente, se for combinado com uma dose adequada de cefixima

Quais são os benefícios de usar comprimidos de Azitromicina?

Os comprimidos de Azitromicina contêm um princípio ativo- azitromicina – que é um antibiótico macrurídeo com alta eficácia, o que faz com que todos os produtos que contêm azitromicina sejam os mais prescritos em casos de infeções bacterianas. Há uma grande variedade de ações para que este antibiótico é prescrito com frequência, como os casos de pacientes que sofrem de clamídea, gonorreia, Ureaplasma urealyticum, Microplasma genital e outras DST.

Por forma a se assegurar que a bactéria específica é suscetível à Azitromicina, o médico pode fazer um teste de tecido simples, como por exemplo, um esfreganço na garganta.

Qual é a ação do antibiótico macrurídeo Azitromicina?

O crescimento das células bacterianas significa um aumento gradual do seu volume através da produção de novas proteínas, de outros elementos estruturais e também do processo de desenvolvimento de substâncias a partir do ambiente externo. A bactéria vai crescer até ganhar um tamanho apropriado, a partir desse momento divide-se em duas células separadas. A ação do azitromicina está baseado em inibir o processo de crescimento e assim afeta todos o ciclo de desenvolvimento da bactéria. Graças a isto, o organismo ganha vantagem sobre a doença bacteriana e é capaz de combater a infeção.

Quem pode usar os comprimidos de Azitromicina?

O azitromicina pode ser usado por pacientes que não sejam alérgicos a esta substância. O tratamento é recomendado em casos de doenças diagnosticadas, como

  • clamídia
  • casos médios de gonorreia
  • inflamação da ureia
  • infeções de ureaplasma urealyticum
  • infeções de micoplasma genital
  • pneumonia bacteriana e outras inflamações bacterianas do trato respiratório superior, como bronquites
  • inflamações bacterianas no nariz, sinusite e garganta (inflamação do trato respiratório superior), como inflamação das amígdalas
  • inflamação bacteriana do ouvido médio
  • contaminação bacteriana da pele ou tecidos moles
  • casos suaves ou moderados de tifos
  • borreliose (doença de Lyme)

Tal como acontece com outros antibióticos, o uso de Azithrmycin deve ser justificado por amostras verificadas (utilizando cotonetes na boca), uma vez que nem todas as bactérias reagem à terapia antibiótica com a utilização de comprimidos Azithromycin.

Quem não deve usar Azitomicina?

Geralmente a Azitromicina pode ser usada pela maioria dos pacientes que sofrem de infeções bacterianas, como por exemplo, doença venérea, sem grandes contraindicações. No entanto, há casos em que o uso deste tratamento não é recomendado. A asitromocina não deve ser administrada nos casos de:

  • crianças com menos de 6 meses
  • pessoas alérgicas a antibióticos macrolídeo e cetólido, como eritromicina e claritromicina
  • o medicamento não deve ser usado por pessoas que sofram de problemas hereditário relacionados com a galactose
  • a Azitromacina também não deve ser usada por pessoas alérgicas à azitomacina ou a qualquer ingrediente do medicamento. Nos casos de reações alérgicas deve parar de tomar o medicamento e contactar o médico ou farmacêutico de imediato.

Quem deve usar Azitromacina?

Dependendo do padrão da bactéria, a dosagem o tratamento pode diferir. No entanto, independentemente da doença, os comprimidos não deve ser tomados com o estômago vazio. Há duas dosagens mais comuns:

Tratamento de 5 dias – recomendado em casos de clamídea, infeções de microplasma genital e também inflamações da uretra

Dosagem: 500 mg no primeiro dia, 250 mg nos dias restantes – um total de 6 comprimidos

Tratamento de Um dia – recomendado em casos:

  • Infeção Ureaplasma – dosagem: 1000 mg
  • Gonorreia – dosagem: 1000 mg + Cefixime (por favor fale com o seu médico para definir o tratamento de Gonorreia)

Antes de fazer outro teste para encontrar potenciais doenças venerais, deve esperar pelo menos 2 semanas, por forma a confirmar o efeito da terapia.

No caso de suspeita de infeção de gonorreia do órgão reprodutivo e do ânus, deve usar 2 tratamentos de imediato:

  • Seis comprimidos de 250-mg de Azitomicina – dois no primeiro dia e um nos quatro dias seguintes
  • Doxiciclina (nos casos de clamídea anal) – dois comprimidos de 100-mg tomados diariamente durante uma semana

Quais são os potenciais efeitos secundário do uso de Azitomicina?

O udo de todos os tratamentos pode resultar em potenciais efeitos secundários. No caso da Azitomicina, os efeitos secundários mais comuns incluem:

efeitos secundários muito frequentes (mais de 1 em 10 pacientes)

  • diarreia
  • náuseas
  • dores de estômago

efeitos secundários frequentes (1 em 10 pacientes e 1 em 100 pacientes)

  • vómitos
  • indigestão
  • perda de apetite
  • tonturas
  • dores de cabeça
  • fadiga
  • dores nas articulações
  • irritações
  • alterações de sabor

efeitos secundários pouco frequentes (entre 1 em 100 e 1 em 1000 pessoas)

  • fadiga ou mau humor
  • candidíase
  • obstipação
  • gastrite
  • sonolência
  • dificuldades em adormecer
  • palpitações no coração
  • dores no peito

efeitos secundários raros (entre 1 em 100 e 1 em 1000 pessoas)

  • agitação
  • reação inadequada da pele ao sol
  • sensibilidade extrema
  • problemas renais

Pode comprar Azitromicina online?

O tratamento de Azitomicina pode ser comprado na Internet através do nosso website. Para avaliar se a terapia envolvida seria um tratamento de sucesso, por favor preencha o questionário médico com honestidade. Os dados estão protegidos pela lei dos dados pessoais e não tem de preocupar-se com a transferência dessa informação a instituição de recolha de dados. A menos que o médico encontre algumas contra indicações no uso do medicamento, a encomenda será transferida para a execução.